7 de jul de 2015

Entreguei-me e recolhi-me



Não consigo mais confiar, admiti. Confiei tanto em você, mas olhe só como terminei. Num dia eu era tudo, em outro já não era nada. Eu confiei, eu amei, eu esperei, eu me entreguei e no fim, tive que me recolher. Más experiências acabam nos deixando com o pé atrás quando surge alguém dizendo que nos quer bem, aliás foi assim que você se aproximou de mim, como quem não quer nada, do nada. Não te culpo, não, além do mais a culpa é toda minha. Eu confiei demais, eu amei demais, esperei demais, me entreguei demais, eu e minha mania de ser tudo em exagero, com intensidade. Eu sabia que era tudo real nas suas mentiras, mas eu escolhi acreditar, era gostoso ouvir que eu fui a melhor coisa que te aconteceu e todas essas frases prontas que existem. Tomara que na próxima eu aprenda a sentir na medida certa, a não depositar minha confiança em algo que eu possa perder.
This entry was posted in

0 comentários:

Postar um comentário